Eu não acreditava muito em minha

Antes, eu


- não acreditava muito em minha capacidade para fazer muitas coisas, uma delas era dirigir um carro sem cometer erros, outra era guardar as coisas do meu coração para mim, sem contar para todos que me cercam.

Discutia com pessoas de meu conví­vio por qualquer motivo. Tinha medo de trocar de emprego.


Atualmente, eu


- acredito em minha capacidade para dirigir, não conto tudo para as pessoas como antes, e tem dado certo.

Penso em trocar de emprego, no próximo ano e voltar a estudar.

Também não discuto mais tanto, com as pessoas a minha volta.

Estou mais segura de mim, que no passado, e mais feliz.

Tomo decisões mais rápidas do que antes e controlo mais meu dinheiro e minha vida.

Não tenho ficado com tanta ansiedade como antes.


Autor/ cidade
Laura * / n/a

Fonte
n/a






Voltar